Dicas de livros

SPQR: uma história da Roma Antiga, de Mary Beard

Salve, espectadores do canal. Quem nos acompanha a muito tempo sabe que muito raramente aparece algum conteúdo no canal sobre antiguidade, e o motivo disso é simples: eu não estudo esse tema. É muito distante do que eu estudo para o doutorado e do que venho pesquisando nos últimos anos, e é uma área da História que já não me desperta mais interesse. Até mesmo na graduação tive um contato muito deficiente com o tema, então eu tenho um problema que vem desde a formação nessa área. Mas eu fiz questão de solicitar à Editora Planeta, que é uma das nossas parceiras, um exemplar desse livro que já está no mercado editorial brasileiro há algum tempo e já está na sua terceira edição, tendo sido também um best-seller nos Estados Unidos e no Reino Unido, onde chegou a ficar cerca de um ano na lista dos mais vendidos. O livro de hoje é SPQR: uma história da Roma Antiga, de Mary Beard.

SPQR
Clique na imagem para assistir ao nosso vídeo sobre o livro no YouTube!

A autora é uma das historiadoras mais famosas da Grã-Bretanha, tendo muita participação pública na mídia, e é um dos nomes bastante associados à história pública na Europa justamente por essa atuação. É um dos casos de acadêmicos que se tornam populares, pra fora da academia. Mas ao contrário de alguns, que se tornam famosos mais por surfar na onda do ódio político ou de algum oportunismo carreirista, a Mary Beard é bastante querida pelo público por sua competência. Alguns acadêmicos não gostam muito dela justamente por essa veia mais “popular”, de tentar ter uma linguagem mais acessível. Sempre que você facilita sua abordagem, faz piadas com seus objetos e deixa o conteúdo mais atrativo dessa forma, os doutores na torre de marfim reclamam. Isso é, basicamente, uma regra na academia, acho que pelo mundo inteiro, ainda que – quero acreditar – não seja a maioria dos acadêmicos.

Mas, felizmente, Mary Beard tem propriedade pra falar sobre Roma, não é só uma aventureira escrevendo sobre qualquer coisa pra ganhar dinheiro e fama. E foi com uma bagagem de décadas de estudos sobre Roma que ela escreveu esse livro, voltado para todos os públicos. Talvez não seja nada de novo para especialistas em Roma, mas ele é muito acessível ao público geral e um ótimo ponto de partida pra historiadores como eu, que não entendem muito de antiguidade.

meet-the-romans-with-mary-beard
Mary Beard (lógico, de quem mais eu colocaria uma foto nessa postagem? Duh!)

Aos curiosos: SPQR é uma sigla que significa Senatus Populusque Romanus, que pode ser traduzia como O Senado e o Povo Romano, que era o nome oficial de Roma, que surgiu durante o período republicano. A sigla SPQR aparecia nos estandartes romanos, entradas de cidades e afins, e ainda hoje é considerado o nome oficial da cidade de Roma, pelo que eu li por aí. Se eu estiver errado nisso, podem me corrigir.

Um dos objetivos da autora é demonstrar que não havia apenas uma Roma. Afinal, você não podia tratar o império romano central, da península itálica, como se fosse idêntico ao das províncias, como a Grã-Bretanha, o norte da África, o Oriente Médio e por aí vai. As outras regiões tinham suas particularidades, e ela tenta dar conta de demonstrar isso no meio do caminho. Ela também demonstra um conhecimento enciclopédico sobre vários assuntos, e tenta na medida do possível desmistificar alguns mitos ligados à história romana.

Podemos dizer que um dos principais cernes do livro é a seguinte pergunta: como Roma se tornou Roma? Como surgiu esse que foi um dos maiores impérios da história e, principalmente, como conseguiram ser esse império tão grande? E o que pode ser tirado dessa experiência histórica? O que se pode aprender da noção de cidadania romana? O que é feito hoje com esse conceito? Dar conta de tanto tempo de história é difícil, mas esse livro dá conta de fazer uma boa introdução ao assunto sem ser muito técnico, muito acadêmico.

O livro não tem notas de rodapé, mas no final do livro há uma lista bem longa de leituras complementares; aliás, não só uma lista, mas um texto mesmo. A Mary Beard faz questão de comentar algumas dessas leituras, direcionando o leitor por tema, tipo “se você quer ler sobre o assunto, leia o livro tal”. Mas, claro, a maioria dos livros estão em inglês e não saíram no Brasil. De qualquer forma, se você quiser se especializar em Roma, além desse livro ser uma das melhores opções para os iniciantes, ainda te dá uma lista gigante de livros, e se você realmente quiser se especializar em praticamente qualquer área da história, você precisa ler outros idiomas, e o inglês te dá acesso a mais bibliografia do que qualquer outra língua.

RESUMINDO:

SPQR é uma das melhores leituras para quem quer começar a estudar a respeito de Roma Antiga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s